terça-feira, 5 de agosto de 2014

Coitado




Coitado do seu João,
Deixa muita saudade.
É mesmo, sempre tão
Voluntarioso e bom.
No final é verdade
Que vinha meio lento,
E o povo com ele
Tão sem paciência.
Certo dia de tão triste
Acho que chorou.
E por que será?
Ah, vai se saber.
O motivo com ele se foi.
Estão falando de quem?
Quem morreu?
Não, ninguém morreu,
Deus nos livre.
Falamos do seu João
Que se aposentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário